Proposta de disciplinas

O curso de ciências sociais da Universidade Federal do Ceará não tem em seu ementário nenhuma disciplina de metodologia quantitativa. Numa tentativa de amenizar esse problema, neste semestre estou ministrando em Prática de pesquisa II o conteúdo da minha proposta de Introdução a metodologia quantitativa. O diagrama abaixo mostra um fluxo de disciplinas que poderiam ser implementadas.

disciplinas_propostas

Talvez nunca haja número suficiente de alunos interessados nas disciplinas optativas propostas, mas certamente seria benéfica para a formação dos alunos a existência de uma Introdução a metodologia quantitativa no início do curso (no 3º semestre, por exemplo). Apresento, em seguida, um breve comentário sobre cada disciplina.

Introdução à estatística

Já existe a disciplina Estatística aplicada às ciências sociais. Ela é obrigatória e a ementa é adequada às necessidades do Curso de Ciências Sociais, mas é ofertada somente no quinto semestre, quando os alunos já estão próximos de concluir o curso, não sendo viável que outras disciplinas tenham estatística como pré-requisito.

Epistemologia das ciências sociais

Esta disciplina já existe e é obrigatória. Ela foi incluída no diagrama apenas porque considero que uma discussão sobre o tema não pode excluir as implicações dos métodos quantitativos para a produção teórica nas ciências sociais. Assim, na forma como vejo esta disciplina, algum conhecimento de inferência estatística seria um dos seus pré-requisitos.

Introdução a metodologia quantitativa

O objetivo desta disciplina seria fornecer um treinamento básico para leitura de relatórios de pesquisa que façam uso de metodologia quantitativa, elaboração e aplicação de questionários e análise de dados. Para a análise dos dados, a melhor opção de software atualmente é o JASP, um excelente aplicativo para um primeiro contato com análise de dados, não exigindo a memorização de nenhum comando e sendo mais simples de usar do que o SPSS. Com o JASP, já é possível elaborar trabalhos publicáveis em periódicos brasileiros bem avaliados no sistema Qualis.

Tópicos em análises de dados

Embora o JASP já permita o ingresso na comunidade de pesquisadores que se utilizam de metodologia quantitativa, para análises mais sofisticadas, é preciso dominar um software mais completo. Nesta disciplina, os alunos teriam oportunidade de aprender a usar o R para manipulação de bancos de dados e uso de técnicas sofisticadas de análise dos dados.

Análise de redes sociais

Nesta disciplina, planejo discutir aspectos teóricos e práticos da análise de redes sociais. A disciplina seria organizada em três módulos. No primeiro, seriam discutidos os aspectos teóricos e epistemológicos relativos ao tema. No segundo, seriam revisadas várias técnicas de coleta de dados, com ênfase na elaboração de questionários. Finalmente, no terceiro módulo seriam estudas as técnicas de análise dos dados já coletados. Este terceiro momento teria como pré-requisito a disciplina Tópicos em análise de dados.

Teoria dos jogos

A teoria dos jogos é uma forma de modelar situações de interação social abstraindo diversas características dos humanos reais e retendo apenas aspectos comportamentais facilmente tratáveis matematicamente. Tipicamente, os indivíduos são modelados como racionais e egoístas. A disciplina não teria pré-requisitos (para nossos propósitos, a matemática do Ensino Fundamental é suficiente).

Modelos baseados em agentes

Nesta disciplina seria vista uma metodologia de pesquisa emergente nas Ciências Sociais. Modelos baseados em agentes são desenvolvidos em computador e com eles se procura investigar fenômenos sociais a partir da modelagem das ações de indivíduos virtuais que se comportam seguindo algoritmos elaborados pelo pesquisador. Com a capacidade atual dos computadores, é possível ter milhares de indivíduos seguindo regras de comportamento heterogêneas. Em alguns modelos, os indivíduos têm até mesmo características que são interpretadas como emoções, sendo superadas, assim, diversas limitações das teorias dos jogos. Modelos baseados em agentes produzem dados que precisam ser analisados quantitativamente e, em alguns modelos, os agentes formam redes sociais. Por isso, as disciplinas Tópicos em análise de dados e Análise de redes sociais seriam pré-requisitos.